Magnetismo e força solar

O Magnetismo e a força solar

O corpo humano tem as suas atividades propriamente vegetativas, mas talvez ainda não saiba que o corpo perispiritual, que dá forma aos elementos celulares, está fortemente radicado no sangue. Na organização fetal, o patrimônio sangüíneo é uma dádiva do organismo materno. Logo após o renascimento, inicia-se o período de assimilação diferente das energias orgânicas, em que o “eu” reencarnado ensaia a consolidação de suas novas experiências e, somente aos sete anos de vida comum, começa a presidir, por si mesmo, ao processo de formação do sangue, elemento básico de equilíbrio ao corpo perispirítico ou forma preexistente, no novo serviço iniciado. O sangue, portanto, é como se fora o fluido divino que nos fixa as atividades no campo material e em seu fluxo e refluxo incessantes, na organização fisiológica, nos fornece o símbolo do eterno movimento das forças sublimes da Criação Infinita. Quando a sua circulação deixa de ser livre, surge o desequilíbrio ou enfermidade e, se surgem obstáculos que impedem o seu movimento, de maneira absoluta, então sobrevém a extinção do tônus vital, no campo físico, ao qual se segue a morte com a retirada imediata da alma.

O chakra esplênico regula a entrada do prana no duplo etérico do homem. Localizado sobre o baço, a vitalidade que distribui é superior à do básico, quanto ao nível de freqüência. Chakra da vida vegetativa, é mais brilhante que o anterior e tem colorido variável. Apresenta grande importância nos fenômenos mediúnicos, pois é através de seu campo magnético que os espíritos incorporam nos médiuns.  As descrições dos chacras variam, e em algumas tradições e centro localizado acima do baço é considerado como um dos sete principais centros; em outras, é tido como subsidiário. Segundo as observações, o chacra esplênico não é considerado um dos principais, desempenhando contudo um papel bastante importante no sistema de chacras.  Sua função mais importante é absorver a vitalidade do campo energético, modificá-la, e depois distribuí-la aos outros centros.

Por que estamos falando do chakra esplênico e do magnetismo? Porque eles estão diretamente relacionados a uma energia que vem de longe, especificamente a do Sol.

O Sol influencia diretamente o chakra esplênico trazendo-lhe energia e vitalidade. Essa energia é metabolizada nesse chakra solar e transferida aos outros sistemas energéticos sutis dos corpos espirituais.

Em se tratando do exercício da mediunidade com Jesus, é imprescindível perceber como essa força pode ser benéfica para transferência de energias para aqueles que mais sofrem.

Algumas características do Sol:

1- toda a vida existente no planeta depende do Sol. Nada existiria relacionado a vida sem a força solar;

2- as religiões veneravam o Sol. Algumas o consideravam um Deus;

3- cada elemento químico absorve a luz solar em determinadas frequências. A medida que a luz passa, é removido um pedaço do espectro de cores e se forma um padrão, como se fora um código de barras. Portanto, é possível ver a fórmula completa da composição do Sol.

4- o núcleo do sol é onde as fusões nucleares acontecem. É tão denso que a energia desprendida em seu interior demora 200 mil anos para chegar a borda e mais 8 minutos para chegar a Terra. Na prática, estamos sendo iluminados por uma luz gerada há 200 mil anos.

5- além do calor, a grande força solar reside nos campos magnéticos gerados no Sol. Esses campos magnéticos influenciam de forma extraordinária a vida na Terra. Quando tempestades magnéticas atingem nosso planeta, pássaros que dependem do magnetismo terrestre para suas rotas de migração se perdem; baleias morrem estranhamente; além disso, existe a perda de equipamentos eletroeletrônicos por problemas dos efeitos que surgem dessas tempestades;

A grande lição que devemos aprender do Sol: o processo de iluminação interior é demorado e custa muito tempo para sair do nosso coração em relação ao próximo. Eventualmente sairá de nós o resultado da fusão nuclear em nosso coração e essa força nunca deixará de ser gerada, iluminando a vida do próximo.

Vejam o vídeo abaixo, dividido em duas partes:

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: